quarta-feira, abril 19, 2006

Autismo

Cheguei hoje à conclusão que o nosso Ministro das Finanças é autista, tem um mundo seu onde vive e uma linguagem prórpia com a qual tenta comunicar, mas da qual o comum cidadão não consegue perceber patavina!

Então o senhor vem todo contente anunciar o défice de 6% para 2005, quando em 2004 o défice foi de 2,8% (ou de 5% antes de aplicar receitas extraordinárias).

Então o senhor vem constantemente certificar a boa saúde da nossa economia após os esforços por ele tomados e vem agora o Banco de Portugal traçar um cenário negro que se resume a TAXA MÁXIMA DE DESEMPREGO EM 20 ANOS, ESTAGNAÇÃO DO EMPREGO, MENOS EXPORTAÇÕES pois perderam quota de mercado, MAIS IMPORTAÇÕES, ENDIVIDAMENTO A CRESCER, INVESTIMENTO QUE NÃO CRESCE e DÉFICE EXTERNO VOLTA A SUBIR, para além do aumento do petróleo para valores superiores a 72 dólares/barril que podem invabilizar qualquer crescimento económico face à total dependência crónica que temos e ao constante subir de preços de tudo que isso vem acarretando!

Hello! Is there anybody out there?

3 comentários:

"Fernando Pessoa" disse...

e então o aumento dos impostos? para que foi?

Isto no tempo da outra senhora (leia-se Manuela Ferreira Leite) a comunicação Social não falaria noutra coisa......agora tudo parece nornal

:(

Miguel V. Carvalho disse...

O aumento dos impostos foi precisamente para isto: aumentar o desemprego, condicionar novos empregos, retirar competitividade às empresas portuguesas(logo exportam menos potenciando o aumento do défice externo), endividamento a crescer (pelo menos das empresas e particulares, agora o do Estado crescer é que é um escândalo depois de todos estes aumentos).
Espero ter respondido à tua primeira pergunta Pires.
Quanto ao teu segundo comentário afirmo: a senhora Manuela Ferreira Leite desperdiçou 2 anos do nosso tempo. Em vez de cortar na DESPESA PÚBLICA (nem sequer começou a reformar), sustentava o equilíbrio(até um dia, até acabar o "ouro") através de receitas extraordinárias e aumento de alguns impostos. Ah, e tinha anunciado o Choque Fiscal.

Lou Andreas-Salomé disse...

Não se preocupem! Agora que o Governo decidiu pôr um travão aos luxos dos nossos deputados,como as viagens em 1ª classe ou os carros topo de gama, por exemplo, pode ser que as contas estabilizem,lol!
O que falta mesmo neste país é a responsabilização dos actos dos nossos queridos dirigentes, com incorrimento de penas em caso de endividamentos, má gestão de orçamentos e do nosso património! Podia ser que assim pensassem duas vezes antes de tomarem as decisões em cima dos joelhos.